Nenhum comentário

Minha Casa Minha Vida e Casa Verde e Amarela: entenda as diferenças entre os programas

Programa Casa Verde e Amarela, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), vai facilitar o acesso da população a uma moradia digna, garantindo mais qualidade de vida. A partir de medidas que darão mais eficiência à aplicação dos recursos, a meta é atender 1,6 milhão de famílias de baixa renda com o financiamento habitacional até 2024, um incremento de 350 mil. Isso será possível com a redução na taxa de juros para a menor da história do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e mudanças na remuneração do agente financeiro.


As regiões Norte e Nordeste serão contempladas com a redução nas taxas em até 0,5 ponto percentual para famílias com renda de até R$ 2 mil mensais e 0,25 para quem ganha entre R$ 2 mil e R$ 2,6 mil. Nessas localidades, os juros poderão chegar a 4,25% ao ano para cotistas do FGTS e, nas demais regiões, a 4,5%.
Além do financiamento habitacional, o programa atuará com regularização fundiária e melhoria de residências, enfrentando problemas de inadequações, como falta de banheiro, por exemplo. A meta é regularizar 2 milhões de moradias e promover melhorias em 400 mil até 2024.


Após a publicação da Medida Provisória da criação do Programa, as propostas serão analisadas e aprovadas pelos conselhos curadores do FGTS e do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS). Ainda neste ano, serão publicados os primeiros editais para a contratação de regularização fundiária e melhorias habitacionais.

OPrograma Casa Verde e Amarela é uma iniciativa do Governo Federal para facilitar o acesso da população à moradia digna. A lei que institui o programa foi sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União.

Lançado em agosto de 2020, sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento Regional, o programa reúne ações habitacionais federais para ampliar o estoque de moradias e atender às demandas do brasileiro.

“Com esse programa, ampliaremos o atendimento às famílias mais necessitadas e o sonho da habitação, da casa própria”, afirmou o secretário Nacional de Habitação, do Ministério do Desenvolvimento Regional, Alfredo Santos.

Meta

A meta é atender 1,6 milhão de famílias de baixa renda com o financiamento habitacional até 2024. Isso será possível com a redução na taxa de juros para a menor da história do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e mudanças na remuneração do agente financeiro.

As regiões Norte e Nordeste serão contempladas com a redução nas taxas em até 0,5 ponto percentual para famílias com renda de até R$ 2 mil mensais e 0,25 para quem ganha entre R$ 2 mil e R$ 2,6 mil. Nessas localidades, os juros poderão chegar a 4,25% ao ano para cotistas do FGTS e, nas demais regiões, a 4,5%.

Desde o lançamento, o Programa Casa Verde e Amarela já possibilitou a contratação de 88.936 financiamentos habitacionais, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional.

Regularização fundiária e melhorias habitacionais

Além do financiamento habitacional, o programa Casa Verde e Amarela atua com regularização fundiária e melhoria de residências. A meta é regularizar 2 milhões de moradias e promover melhorias em 400 mil até 2024.

A regularização fundiária inclui medidas jurídicas, urbanísticas, ambientais e sociais para assegurar a emissão do título que garante o direito real sobre o lote das famílias com renda mensal de até R$ 5 mil.

“Esse programa tem como novidade o primeiro programa nacional de apoio aos municípios para a regularização fundiária. Para traduzir isso, significa dizer que milhões de famílias que sempre moraram na sua casa própria, mas que não tinham a segurança da propriedade, esse programa propiciará que elas tenham o título de propriedade definitiva”, afirmou Alfredo Santos.

Já as melhorias habitacionais serão feitas nas moradias das famílias com renda mensal de até R$ 2 mil que serão selecionadas pelo poder público local. “Isso permitirá para algumas famílias que sejam feitas melhorias nas suas casas, como a construção de um novo banheiro, ampliação de um quarto, construção de um telhado”, explicou o secretário.

Realizando o sonho da casa própriaIasmine Correia. Foto: arquivo pessoal

Iasmine Correia Coelho, de 34 anos, é mãe solteira de dois filhos, sendo um deles especial. Moradora de Teresina, no Piauí, a pedagoga está desempregada. Segundo ela, após muitos anos morando de aluguel e também na casa de uma irmã, recebeu as chaves da casa própria no ano passado com o auxílio do programa do Governo Federal. Ela contou que o imóvel trouxe mais tranquilidade para a família.

“Fui contemplada no ano passado. Recebi as chaves da minha casa e assinei o contrato. Passei praticamente dez anos morando de aluguel sem ter condições porque tinha meses que eu estava empregada e tinha meses que eu estava desempregada”, relatou Iasmine.

Lei que institui o programa

A lei publicada nessa quarta-feira (13) registra que, entre os objetivos do programa, estão facilitar o acesso a moradia para a população de baixa renda e promover a melhoria do estoque existente de moradias para reparar as inadequações habitacionais, incluídas aquelas de caráter fundiário, de saneamento, de infraestrutura e de equipamentos públicos.

São objetivos também estimular a modernização do setor da construção e a inovação tecnológica com vistas à redução de custos. Além de inserir microempresas, pequenas empresas, microempreendedores individuais do setor da construção civil e entidades privadas sem fins lucrativos nas ações do programa.

fontes: https:

  • //g1.globo.com/economia/noticia/2020/12/10/minha-casa-minha-vida-e-casa-verde-e-amarela-entenda-as-diferencas-entre-os-programas.ghtml
  • https://www.gov.br/mdr/pt-br/assuntos/habitacao/casa-verde-e-amarela/o-programa
  • https://www.gov.br/pt-br/noticias/assistencia-social/2021/01/programa-casa-verde-e-amarela-agora-e-lei
Nenhum comentário

Contribuintes recebem desconto de 60% no pagamento de juros e multas do IPTU, ISS e taxas

A Prefeitura de Gravatá está oferecendo mais uma oportunidade dos contribuintes quitarem suas dívidas relacionadas ao IPTU, ISS e taxas constituídas até o dia 31 de dezembro de 2019 com redução de 60% nos juros e multa.

O contribuinte poderá emitir o DAM (Documento de Arrecadação Municipal) para pagamento no site da Prefeitura ou procurar a Secretaria de Finanças, localizada na rua Rui Barbosa, nº 150, próxima à Igreja Matriz. O horário de funcionamento é das 7h às 13h, de segunda-feira à sexta-feira. Você pode acessar o portal do contribuinte clicando aqui.

Caso existe alguma dúvida, os contribuintes podem entrar em contato com a Secretaria de Finanças através do telefone 3563-9009 ou pelo email: financas@prefeituradegravata.pe.gov.br.

fonte:http://www.prefeituradegravata.pe.gov.br/contribuintes-recebem-desconto-de-60-no-pagamento-de-juros-e-multas-do-iptu-iss-e-taxas/

Nenhum comentário

Gravatá ajusta horário da feira livre

Agora, a feira funciona das 7h às 18h, de quinta-feira a sábado, e nos domingos, das 7h até as 12h.

A feira de roupas, calçados, frutas e verduras terá um novo horário de funcionamento. Agora, os comerciantes poderão montar os bancos e vender seus produtos a partir das 7h, nas quintas-feiras, coisa que só acontecia na parte da tarde. A decisão foi anunciada na manhã desta segunda-feira (21), em reunião com os feirantes e representantes do Poder Executivo, na Prefeitura de Gravatá.

A ampliação do horário oferece mais lucro aos vendedores, além de evitar aglomerações no local, pois agora as pessoas possuem mais um dia para irem às compras. A iniciativa surgiu após a solicitação dos feirantes, que também tiveram as vendas afetadas pela pandemia de Covid-19.

José Cícero é feirante de frutas e verduras há mais de dez anos e disse estar feliz com a notícia. Ele também contou que está seguindo todos os cuidados para se prevenir contra o novo coronavírus.

Durante o encontro, os feirantes também debateram sobre a armação dos bancos, que agora podem ser montados a partir da noite de quarta-feira, após o fechamento do comércio. Além disso, foram discutidos os protocolos de segurança em prevenção à Covid-19, tendo sido ressaltado que é necessária a disponibilização de álcool em gel nos bancos, uso de máscaras e que as mercadorias não devem ficar no chão.

Agora, a feira funciona das 7h às 18h, de quinta-feira a sábado, e nos domingos, das 7h até as 12h.

fonte:https://pernambuconoticias.com.br/gravata-ajusta-horario-da-feira-livre/

Nenhum comentário

27 de agosto O Dia Nacional do Corretor de Imóveis

Dia 27 de agosto é comemorado o dia do Corretor de Imóveis, data esta escolhida em memória de uma conquista.  Em 27 de agosto de 1962, com o Decreto Lei nº 4.116, a profissão foi regulamentada, sendo, então, criado seu Conselho Federal e os Conselhos Regionais (CRECI’s).

corretor de imóveis

Muitas pessoas não conhecem o verdadeiro significado de ser corretor e criam “pré-conceitos” que não se aplicam na realidade da profissão. Ser Corretor Imobiliário é se realizar com a realização do outro, é estar sempre à disposição, até mesmo nos piores horários, é ter a satisfação de estar em busca constante do melhor lugar (dentro de certas necessidades) para você, junto a sua família, passarem ótimos momentos juntos. É ter o dinamismo para entregar outras opções do que o cliente pede, logo após ter recusado uma proposta de produto. É entender o cliente, seu comportamento e necessidades, é amizade e confiança para a realização de um sonho.

O corretor é aquele que tem grande conhecimento para transformar a vida da família que precisa de uma ajuda na hora de dar o grande passo de adquirir um imóvel. É acreditar e confiar que, independente de crise ou qualquer coisa do tipo que ocorra, a venda será concretizada. É se superar e estar pronto para continuar o “com-tato” com o cliente, mesmo após a venda. É ter resiliência, perseverança, persistência para ajudar alguém, tanto por 1 ou até mesmo 90 dias.

corretor de imóveis

Um desafio tão grande quanto o de qualquer outra profissão, indo muitas vezes além, tentando fazer de cada atendimento uma vitória nova, gerando uma satisfação única para o cliente, melhorando diretamente a vida daquelas pessoas, transformando-as, fazendo a cada dia um “sacrifício” (sacro = sagrado, ofício = trabalho, ou seja, um trabalho sagrado), deixando um pouco de si nele, realizando, assim, não só o sonho do cliente, mas o próprio sonho também.

Nenhum comentário

Parque da Cidade reabre as portas com muitas novidades e melhorias

Após mais de 100 dias fechado devido à pandemia, o Parque da Cidade reabriu as portas nesta terça-feira (11), com muitas mudanças e melhorias na infraestrutura.

“Aproveitamos este período para fazer uma reforma que estava precisando. Nós instalamos novos brinquedos no playground, reformamos os banheiros, trocamos a iluminação em todo o parque, bem como a areia na quadra de vôlei, fizemos reparos no piso, para a academia nós adquirimos novos equipamentos e vamos poder intensificar as aulas com profissionais de educação física”, explicou o Secretário de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, Darlan Raphael.

O programa Saúde no Parque também retornou de forma gradual, mas já nas primeiras aulas os alunos puderam se exercitar com segurança.

“Estamos com um cronograma bem rígido para evitar aglomerações e proporcionar a todos uma boa experiência. O limite de pessoas por turma é de até 11 alunos, que devem se manter distantes uns dos outros e manter o protocolo de segurança e higiene”, disse Fabiana Caxias, profissional de Educação Física.

Para quem tiver interesse em participar das aulas, é necessário realizar um cadastro para reservar as vagas. A inscrição é gratuita e pode ser feita na própria academia do parque, junto a um dos profissionais. As aulas acontecem de terça a sexta-feira, das 5h30 às 7h30 e das 17h às 19h.

O gravataense Luiz Felipe não perdeu tempo e já aproveitou o equipamento para se exercitar.

“Atividade física é saúde e essa reabertura nos oferece isso, espaço e oportunidade para cuidar da nossa saúde. Precisamos fazer nossa parte, nos proteger e seguir todas as recomendações”, falou.

Para uma boa convivência, todos os usuários devem seguir à risca o protocolo de saúde e as regras do parque. A entrada e saída agora são realizadas por um único acesso, onde há um profissional aferindo a temperatura e verificando o uso de máscaras, que é indispensável durante toda a estadia. Totens de álcool também estão espalhados pelo parque para higienização das mãos. 

A direção do parque também alerta que a pista de bicicross foi desativada, portanto não é mais permitida a entrada de bicicletas no ambiente, bem como a de animais. Todas as segundas o parque será fechado para manutenção e seu horário de funcionamento é das 5h às 22h, de terça a domingo.

Nenhum comentário

Preço do cimento e tijolo pipocam em Gravatá; construtores ameaçam parar obras

Por conta do elevado preço do material de construção em Gravatá, muitos empresários estão fechando cargas de outras empresas, fora da cidade

A venda de material de construção subiu em todo Brasil no mês de julho, no entanto muitos empresários, donos de armazéns, estão se aproveitando da alta procura por material para elevar preços e tirar o prejuízo deixado pela pandemia da COVID-19. A venda de material de construção no Brasil subiu 8,3% no mês de julho.

Em Gravatá, agreste pernambucano, um saco de cimento que antes da pandemia custava 19 reais passou a custar em dois meses R$ 25 reais (alta de 31,57%). Um milheiro de tijolos, que antes da pandemia custava R$ 350 reais passou a custar média de R$ 650 reais (alta de 85,71%).

O metro cúbico de areia grossa, final e de brita não sofreram reajuste. Alguns empresários alegam que o valor subiu por conta da matéria-prima que está escassa, mas isso não cola pra o tijolo, feito de barro.

Por conta do elevado preço do material de construção em Gravatá, muitos empresários estão fechando cargas de outras empresas, fora da cidade, ou ameaçam parar obras por conta do abuso de preço.

Fonte: https://pernambuconoticias.com.br/preco-do-cimento-e-tijolo-pipocam-em-gravata-construtores-ameacam-parar-obras/

Nenhum comentário

Prefeitura concede desconto de 100% em juros e multa e opções de parcelamento no IPTU, ISSQN e taxas


O Prefeito Joaquim Neto sancionou nesta quinta-feira (21), a Lei 3822/2020, que dispõe sobre a concessão de benefícios para pagamento de débitos tributários em atraso. Além de descontos, a Prefeitura está disponibilizando a possibilidade de parcelamentos especiais.

O contribuinte (pessoa física e jurídica) poderá quitar seus débitos constituídos até 31/12/2019 de Imposto Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e taxas, a exemplo de alvará, vigilância sanitária e de mercado, obtendo grandes descontos.

Os descontos sobre juros e multa são de 100% para quem parcelar em até duas vezes e efetuar os pagamentos até 30/07/2020. Também há a possibilidade de parcelamento em até seis vezes, onde será aplicado desconto de 60% nos juros e multas.

Devido à pandemia, os atendimentos presenciais na Secretaria de Finanças não estão sendo realizados, portanto, para emitir o DAM de pagamento, o contribuinte pode realizar pelo site da Prefeitura de Gravatá (CLIQUE AQUI) ou enviar um e-mail com a solicitação para iptu@prefeituradegravata.pe.gov.br.

Para maiores informações, os contribuintes podem entrar em contato com a Secretaria de Finanças através do telefone 3563-9009, ou pelo email: financas@prefeituradegravata.pe.gov.br.

fonte: http://www.prefeituradegravata.pe.gov.br/prefeitura-concede-desconto-de-100-em-juros-e-multa-e-opcoes-de-parcelamento-no-iptu-issqn-e-taxas/

Nenhum comentário

Nossos Idosos precisam de cuidados especiais durante a pandemia

A esta altura dos acontecimentos, todos já sabem que é indispensável lavar muito bem as mãos com freqüência e que os idosos devem ficar em casa nos próximos meses, para não se expor ao novo coronavírus. Igualmente importante é que qualquer um que entre em contato com uma pessoa mais velha tome cuidado redobrado para não haver o risco de infectá-la, inclusive usando máscara. Portanto, se a visita não é essencial, tente trocá-la por um encontro virtual ou telefonemas. Há uma série de detalhes que podem passar despercebidos, mas que trazem maior segurança para todos.

A pandemia do novo coronavirus está produzindo uma experiência de vida singular para toda a sociedade. Seu desdobramento aparece no plano da economia, na convivência social, nos nossos deslocamentos, na subjetividade, entre outros segmentos. Um dos aspectos a se destacar é a preocupação com a população acima de 60 anos. De acordo com os médicos e cientistas, essa população fica mais vulnerável diante da pandemia. Cuidar dela envolve uma série de ações, como o isolamento social e a atenção com seus responsáveis.

O isolamento social – traduzido pela frase “fique em casa”! – talvez seja um dos maiores desafios para os indivíduos das mais diferentes idades. Nos últimos dias, uma série de vídeos e memes da internet têm abordado a temática do isolamento social entre os mais velhos. Esse assunto também surgiu em reportagens nas mídias, televisiva e escrita. Em boa parte delas é possível ver idosos e idosas “desobedecendo” a ordem de ficar em casa.

Algumas dicas podem ser observadas para responder a essa questão. O primeiro ponto a se destacar é a definição de idoso, um segmento etário diverso. Há pessoas acima dos 60 anos que trabalham e vivem um cotidiano parecido, senão igual, ao de pessoas mais jovens. Outros são aposentados, vivem com familiares ou moram sozinhos e são independentes. No caso daqueles que moram sós e agora se vêem em uma situação de isolamento maior, o uso da tecnologia, como smartphones, pode contribuir para que continuem a exercer algumas atividades, como cursos on-line, práticas de exercícios físicos no ambiente domiciliar, jogos, chamadas de vídeo e outros. Leituras, passatempos (como caça-palavras ou palavras cruzadas), atividades manuais (crochê, bordado, pintura), pequenas caminhadas (com a devida proteção) também podem ser aliados.

Nenhum comentário

Destaque no turismo: Gravatá é apontada como um dos cinco principais destinos turísticos do estado de Pernambuco

Os investimentos no turismo têm levado o município de Gravatá a ser um dos destinos mais procurados pelos viajantes que escolhem Pernambuco para aproveitar as férias, finais de semana e feriados. Nesta terça-feira (07), a revista ‘algomais’ publicou uma matéria que aponta a cidade com um dos cinco lugares mais visitados do estado, entre setembro de 2018 a agosto de 2019.

A informação decorre do fato de, durante esse período, Gravatá ter sido uma das cidades mais procuradas no site do Airbnb, um dos principais serviços online de reserva de acomodações e meios de hospedagem. Segundo os dados da plataforma, o município é o único destino do top 5 que não pertence ao litoral pernambucano, o que torna a cidade uma opção de destaque no turismo serrano e de campo, provando que tem muita gente que ainda prefere o clima das montanhas, em vez do calor das praias.

fonte: http://www.prefeituradegravata.pe.gov.br/destaque-no-turismo-gravata-e-apontada-como-um-dos-cinco-principais-destinos-turisticos-do-estado-de-pernambuco/

Nenhum comentário

Pela Primeira Vez Em Gravatá/PE

Eles Estão rodando o Brasil e pela PRIMEIRA VEZ o festival gastronômico estaciona em Gravatá/PE. 🚛📌 Galera que se prepare pra curtir e saborear o melhor da gastronomia de rua e os chopes artesanais do Sul que acabaram conquistando o Brasil. 😋🍺🍔🍟🍦 #FoodTruckNaEstrada
Marque os amigos pra saber dessa NOVIDADE. 👇💥
➡ 09 a 12/01 (quinta a domingo)
➡ 18h às 23h59
➡ Local: Quadra do Povo

Fonte: https://www.facebook.com/FoodTruckFestivalOficial

WhatsApp chat