Nenhum comentário

Agora é real: Prefeito Joaquim Neto assina ordem de serviço para a Municipalização do Trânsito

O Prefeito Joaquim Neto assinou na manhã desta quarta-feira (25) a ordem de serviço que dá início ao processo de Integração ao Sistema de Trânsito e Estruturação do Sistema de Mobilidade Urbana de Gravatá.

O momento contou com a presença de vereadores, Secretários Municipais, representantes do Comércio, Taxistas, Mototaxistas, Agentes de Trânsito e demais autoridades que participaram do pontapé inicial de um dos maiores projetos de mobilidade da cidade.

“É a realização de um sonho ver que estamos conseguindo implantar a municipalização do trânsito em Gravatá. Todos serão beneficiados com esta ação, por isso é necessário que a população participe, colabore e faça parte desta mudança que será um separador de águas em nossa cidade.” Destacou o prefeito.

O processo de municipalização delega os poderes de controle do trânsito ao município, cabendo o mesmo a função de controle, gerenciamento e fiscalização. O Secretário de Defesa Civil, José Pedrosa, frisou o compromisso da equipe em cumprir com a missão de forma eficaz e eficiente.

“Estamos prontos para suprir os anseios da população e ficamos felizes em ter a oportunidade de implantar essas mudanças, vamos dar o nosso melhor para que tudo flua bem, que o trânsito se torne mais organizado, que a mobilidade seja melhorada.” Afirmou.

Representando os lojistas do município, a presidente do CDL, Valéria Silva, falou com satisfação sobre o momento.

“Nós (lojistas) precisávamos desta municipalização, estava muito difícil porque as pessoas não estavam querendo mais ir ao comércio para fazer compras por causa da desorganização e isso estava pesando no bolso dos comerciantes. Acreditamos que agora teremos o fluxo otimizado, evitando carga e descarga em horário comercial, deixando o estacionamento para clientes mais vagos e não estacionando em locais indevidos.” Pontuou.

Neste primeiro momento será realizado, junto ao IAUPE (Instituto de Apoio Técnico a Universidade de Pernambuco), atividades educacionais com a comunidade civil, incentivando a implantação de uma nova cultura e promovendo o respeito e cumprimento das leis de trânsito; regulamentação de todas as modalidades de transporte, onde será dialogado com os taxistas, mototaxistas e empresas de transportes coletivos, as demandas e necessidades de cada categoria para que se adequem ao novo sistema de trânsito do município; capacitação dos 72 Agentes de Trânsito para que apliquem e façam cumprir a lei com responsabilidade. Esta etapa tem a duração de quatro meses.

O Prefeito ainda destacou que medidas como o recapeamento de ruas, sinalização da cidade e ações que promovam a mudança nas atitudes de motoristas e pedestres serão implantadas na cidade “Nossa Gravatá será referência de organização e mobilidade” disse o gestor.

 

fonte:http://www.prefeituradegravata.pe.gov.br/agora-e-real-prefeito-joaquim-neto-assina-ordem-de-servico-para-a-municipalizacao-do-transito/

Nenhum comentário

Operação tapa-buraco tem início nesta sexta-feira em Gravatá

Operação tapa-buraco tem início nesta sexta-feira em Gravatá

O Bairro Novo será o primeiro local a receber a Operação Tapa-buraco. A ordem de serviço será assinada nesta sexta-feira (20/04)  pelo prefeito Joaquim Neto em ato público a partir das 7h, no início da rua São Miguel, em frente à venda do Faustino.

23 mil metros quadrados de calçamento paralelos e 500 metros de calçadas serão restaurados. O serviço vai ser executado pela empresa CONCIP no período de até 12 meses.

Um cronograma será divulgado pela Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Controle Urbano, com planejamento diário em ruas e avenidas que necessitam de reparos imediatos, com o intuito de melhorar a segurança e fluxo de veículos na cidade.

fonte:http://www.prefeituradegravata.pe.gov.br/operacao-tapa-buraco-tem-inicio-nesta-sexta-feira-em-gravata/

Ver mais

Nenhum comentário

Caixa reduz juros do crédito imobiliário

Banco volta a ter as taxas mais competitivas do mercado, com percentual a partir de 9% ao ano

Caixa Econômica Federal anunciou, nesta segunda-feira, a redução dos jurosdo crédito imobiliário utilizando recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). As taxas mínimas passaram de 10,25% para 9% ao ano, no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 11,25% para 10%, para propriedades enquadradas no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI).

Com isso, a Caixa volta a ter as taxas mais competitivas do mercado. Até agora o banco estatal era o único entre os cinco maiores do país com juros acima de 10%. O menor percentual de entrada era do Bradesco (9,3% ao ano). Na sequência estava o Santander, com 9,49%; Banco do Brasil e Itaú têm taxas de 9,7%, conforme levantamento da empresa MelhorTaxa.

De acordo com o presidente do banco estatal, Nelson Antônio de Souza, a redução facilita o acesso à casa própria e ajuda a estimular o mercado imobiliário. “O objetivo é oferecer as melhores condições para os nossos clientes, além de colaborar para o aquecimento do mercado imobiliário e suas cadeias produtivas”, destaca.

Para o presidente da Comissão da Indústria Imobiliária da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CII/CBIC), Celso Petruci, a decisão contribui para que novas quedas ocorram ao longo do ano. “A Caixa é a indutora deste mercado e essa mudança mostra as taxas baixaram para ficar. Estamos retomando ao nível que tínhamos entre 2010 e 2011, quando houve o boom imobiliário, e é possível que tenhamos uma nova rodada de diminuição dos juros”, diz ao comentar que para isso é necessária a convergência de fatores como queda da Selic e alta no emprego.

fonte:https://veja.abril.com.br/economia/caixa-reduz-juros-do-credito-imobiliario/

Nenhum comentário

AGENDA CULTURAL: Oficinas aquecem o primeiro FEARC neste final de semana

AGENDA CULTURAL: Oficinas aquecem o primeiro FEARC neste final de semana

Cobertura de audiovisual e encontro de mamulengos animam o festival. Eventos acontecerão nos sábados (7) e (14) respectivamente

 

Dando continuidade às atividades do Primeiro Festival de Artes e Resistência Cultural (FEARC) realizado pelo Grupo de Apoio a Meninos de Rua (GAMR) no próximo sábado (7) acontecerá na instituição uma oficina para produção de conteúdo audiovisual para web a partir de mídias móveis (smartphones,câmeras, tablets), com o objetivo de atender um público que tem pouca familiaridade ou nenhuma com esse material, o jovem Pedro Felipe (21), graduando em Comunicação Social/ Redes Sociais e Produção cultural levará para  o público gravataense a sua experiência e praticidade com essas mídias. A oficina acontecerá de 9h às 16h, no GAMR, a inscrição custa R$ 20,00 que será revertida para o almoço.

Já os amantes dos mamulengos, poderão apreciar um grande festival com oficinas e bonecos falantes a vontade, no dia 14, no Centro Cultural da Cotunguba do Mestre Galdino, a partir das 19h no sítio Cotunguba,  (antes do distrito de Avencas). Animarão a festa,  Mestre Vino  ( Glória do Goitá), Wagner ( Garanhuns) e Gerusa e Galdino de Gravatá.

O FEARC que começou o mês passado e acontecerá até agosto mês de aniversário da entidade realizadora, vem conquistando adeptos, amantes da cultura popular em especial a nordestina, já se organizam feiras de artesanato e culinárias e grandes encontros com ritmos locais como o maracatu, o pífano e a mazuca. Além de várias rodas de conversas.

fonte:https://pernambuconoticias.com.br/2018/04/06/agenda-cultural-oficinas-aquecem-o-primeiro-fearc-neste-final-de-semana/

Nenhum comentário

Prefeitura de Gravatá isenta taxa de Habite-se para imóveis de até 50m²

Prefeitura de Gravatá isenta taxa de Habite-se para imóveis de até 50m²

A Prefeitura Municipal de Gravatá lança o programa “Regularização é crescimento”, que isenta proprietários de imóveis de até 50m² e de moradia popular da taxa do Habite-se. A campanha vai permanecer durante todo o ano de 2018.

O Habite-se é uma certidão emitida pelas prefeituras declarando que as obras de uma edificação (casa, prédio, galpão ou salão) estão prontas para serem habitadas.

Para a isenção é necessário que o dono do imóvel procure a Secretaria de Controle Urbano com a escritura ou promessa de compra e venda.

Para as construções já finalizadas com mais de 50m², o contribuinte também precisa procurar a Secretaria para o requerimento de regularização com os seguintes documentos:

– comprovante de propriedade do imóvel; quatro cópias das plantas de levantamento (planta baixa, situação e locação) devidamente assinadas pelo proprietário, pelo autor do projeto e responsável técnico do CREA ou CAU;
– laudo de vistoria técnica por profissional habilitado no CREA ou CAU e respectivas ART ou RRT; cópia de comprovante de quitação da taxa de regularização;
– cópia de comprovante de quitação de taxas referentes a multas acumuladas decorrentes de infrações;
– certidão negativa de débitos referentes ao ISS do responsável técnico;
– licença ambiental expedida pela Agência Municipal do Meio Ambiente;
– comprovante de quitação de outorgas onerosas caso exija.

Lembrando que a Secretaria Executiva de Controle Urbano dispõe de todo o aparato de arquitetos para dar orientações sobre os documentos necessários.

Secretaria de Controle Urbano: R. Cleto Campelo, 268 – Centro – Gravatá – PE (07h às 13h)

Nenhum comentário

Bancos rivais da Caixa reduzem juros do financiamento imobiliário

Bancos rivais da Caixa reduzem juros do financiamento imobiliário

Dos cinco principais bancos do país – Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander -, apenas a Caixa ainda tem taxa de financiamento acima de 10%

Financiar um imóvel começa a ficar mais barato. Isso porque uma disputa entre bancos por esse mercado levou à redução das taxas de juros cobradas para a concessão de crédito imobiliário com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Atualmente, dos cinco principais bancos do país – Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander -, apenas a Caixa ainda tem taxa de financiamento acima de 10%. No entanto, a instituição garante que já estuda a diminuição da taxa de juros do financiamento imobiliário com recursos da poupança. A previsão é que o anúncio das novas taxas seja feito nas próximas semanas pelo banco.

O movimento de redução das taxas foi iniciado pelo Santander em meados do ano passado e já surtiu efeitos. “No primeiro semestre do ano passado, a concessão de crédito imobiliário para pessoa física girava em torno de 300 milhões de reaos por mês. Em janeiro deste ano foram quase 774,73 milhões de reais”, diz o superintendente executivo de negócios imobiliários do Santander, Fabrizio Ianelli.

fonte:https://veja.abril.com.br/economia/bancos-rivais-da-caixa-reduzem-juros-do-financiamento-imobiliario/

Nenhum comentário

Crédito para financiamento de imóveis cai pela metade

Sem capital para cumprir regras internacionais de proteção, a Caixa passou a emprestar menos e aumentou os juros

O volume de crédito destinado ao financiamento de imóveis com dinheiro da poupança caiu pela metade no último ano, na comparação com 2014, antes da crise econômica e quando esses recursos atingiram patamar recorde.

fonte: https://veja.abril.com.br/economia/credito-para-financiamento-de-imoveis-cai-pela-metade-desde-2014/

×